Finanças

Como checar minhas dívidas ativas?

Como checar minhas dívidas ativas? Essa é uma dúvida de centenas de brasileiros que não sabem nem mesmo qual a diferença dessa dívida para as demais. É isso que vamos te ensinar hoje!

Anúncios

por Joyce Viana

Publicado em 24/02/2021

Consultar a dívida ativa

Como checar minhas dividas ativas? (Imagem:diáriodonordeste)
Como checar minhas dividas ativas? (Imagem:diáriodonordeste)

De acordo com pesquisas de julho de 2020, a dívida ativa da União já supera R$2,4 trilhões relativos aos brasileiros inadimplentes. Mas, como checar minhas dívidas ativas?

É certo que, a cada ano, o número de inadimplentes cresce cada vez mais, principalmente, após a crise de 2020, em meio a pandemia do novo coronavírus.

Contudo, não é de agora que a dívida ativa da União tem chegado a altos índices de inadimplência, mas o que é essa dívida ativa, como ela ocorre, e quais são as suas consequências? É sobre isso que falaremos.

Anúncios

O que é dívida ativa?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: tasso&scalzer)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: tasso&scalzer)

Ou seja, todas as contas que deveriam ter sido pagas ao Governo municipal, estadual ou federal e não foram pagas como:

  1. Multas de trânsito;
  2. Multas ambientais;
  3. IPVA ou IPTU
  4. Taxas de ocupação, entre outras, podem se transformar em dívida ativa, quando não pagas.

Isso porque, como contribuintes, devemos honrar os compromissos e pagar as respectivas contas, e quando deixamos de honrá-las, passamos a fazer parte de um cadastro do governo.

Nesse cadastro de devedores, os dados do inadimplente serão inseridos pelo governo como CPF ou CNPJ.

Ou seja, será a partir deste cadastro que o governo terá todos os dados necessários para poder cobrar dos contribuintes as respectivas dívidas.

Contudo, para que o cadastro seja realizado, o governo precisará informar a Procuradoria Geral da região, pois é o órgão responsável por emitir a chamada Certidão de Dívida Ativa.

Então alguns outros exemplos de como isso pode acontecer:

  1. Quando o IPTU não é pago, o inadimplente será inscrito na Dívida Ativa no Município;
  2. Já, quando o IPVA não é pago, o inadimplente é inscrito na Dívida Ativa do Estado;
  3. E, ao deixar de pagar o IR – Imposto de Renda, o inadimplente será inscrito na Dívida Ativa da União.

Portanto, essa divisão precisa ser respeitada, para que todos os dados possam ser armazenados da maneira correta, e os débitos calculados de forma organizada.

Para a dívida ativa, há duas categorias: Tributária e Não tributária, como mostraremos a seguir.

Dívida ativa Tributária x Não tributária

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: querofinanciar)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: querofinanciar)

A Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964, dispõe sobre a definição da Dívida Ativa da Fazenda Pública como tributária ou não tributária.

Então, vejamos:

De início, a dívida ativa tributária está relacionada com qualquer tipo de imposto, não importando qual seja, por exemplo, IPTU, IPVA, qualquer outro imposto relacionado.

Já, a dívida ativa não-tributária inclui basicamente os pagamentos ao governo que não envolvam impostos, como de serviços prestados em lugares públicos.

Ou seja, como o próprio nome já diz, não tributam, não indicam impostos de qualquer natureza.

Anúncios

Quais critérios devem ser analisados antes da inclusão na dívida ativa?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: prefeituradefeliz)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: prefeituradefeliz)

O processo de execução em dívida ativa é burocrático, assim, alguns critérios são necessários antes da inclusão do CPF ou CNPJ.

Isso porque, em respeito a legislação vigente, toda pessoa tem direito a uma defesa prévia, antes de ser inscrita no cadastro.

Então, há um prazo relativo à análise e confirmação da dívida, para que o processo possa dar andamento.

Entre os critérios, temos:

  1. Reexame dos prazos;
  2. Respeito a legislação vigente;
  3. Exame do processo ou do expediente respectivo;
  4. Situação atual da dívida;
  5. Cálculo dos valores e capitulação legal relativa a inscrição;
  6. Verificação de existência de impugnação ou se houve pagamentos ou suspensão da respectiva dívida;
  7. Liquidez da dívida.

Outros critérios também podem ser usados, dependendo de cada causa em particular.

Como se dá o processo de execução de uma dívida ativa?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: portal contexto)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: portal contexto)

Nos Estados e Municípios, a dívida ativa será inscrita nas suas respectivas seccionais, prosseguindo para o processo de execução fiscal.

Isso porque, após o prazo de cobrança amigável, esses órgãos estão autorizados a tomar medidas judiciais contra os inadimplentes.

Para entender melhor sobre a dívida ativa, e como o seu nome pode ser inscrito nesse cadastro, vamos tentar ilustrar para que você possa entender melhor. Veja:

Suponhamos que você esteja devendo o IPVA do seu carro já alguns meses. Então, você recebe uma notificação solicitando o pagamento dos valores atrasados.

Nesse caso, se você não conseguir efetuar o pagamento das parcelas atrasadas, o Governo do Estado poderá entrar com um pedido para incluir o número do seu CPF no cadastro de dívida ativa do Estado.

Do mesmo modo, se você estiver devendo parcelas atrasadas do IPTU da sua casa, receberá uma notificação da prefeitura solicitando o pagamento das parcelas atrasadas.

E, neste caso, se você não efetuar o pagamento das parcelas atrasadas, a Secretária Municipal da Fazenda entrará com pedido para incluir o número do seu CPF no cadastro da dívida ativa do município.

E, além disso, serão acrescentadas multas e juros aos valores originais da dívida, e no caso do IPTU, a prefeitura pode até chegar, em última instância, a tomar o imóvel.

É importante citar que, a execução poderá recair sobre o devedor, o fiador e os sucessores do inadimplente.

E, além disso, o contribuinte ou a empresa poderão ter bens alienados e penhorados, além das contas bancárias bloqueadas.

Isso ocorre porque, o pagamento das contas será feito através da penhora que poderá recair também em estabelecimentos, plantações ou edifícios em construção.

Como se dá a ordem de penhora dentro do processo de execução?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: Claudia)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: Claudia)

Dentro do processo de execução, a ordem de penhora será:

  1. Dinheiro;
  2. Títulos;
  3. Pedras e metais preciosos;
  4. Imóveis;
  5. Navios e aeronaves;
  6. Veículos;
  7. Móveis e semoventes;
  8. Direitos e ações.

Portanto, todos os atos praticados dentro do processo de execução, deverão respeitar os trâmites legais.

Contudo, a depender da fase em que esteja o contribuinte, e outras questões particulares, a ordem de penhora poderá sofrer alterações.

Como consultar dívida ativa?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: Lendico)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: Lendico)

Para fazer a consulta da dívida ativa, o contribuinte receberá uma notificação que contém todas as informações sobre:

  1. De início, a natureza do débito;
  2. Data de inscrição do débito e, montante total do débito, com correções monetárias.

Então, uma forma para se confirmar a existência do débito em CPF ou CNPJ é a realização de consulta online nos respectivos sites das esferas municipais, estaduais e federal.

Ou seja, o contribuinte entra em contato com a respectiva esfera ao qual esteja inadimplente com o CPF ou CNPJ, para identificar a dívida.

Para isso, os débitos que estejam inscritos na União, estarão inseridos no site da Receita Federal.

Já, os débitos que estejam inscritos no Município, estarão inseridos no site da Procuradoria Geral Municipal ou Prefeitura do Município.

Em se tratando de Dívida Ativa do Estado, as consultas poderão ser feitas na Procuradoria Geral Estadual ou Secretaria da Fazenda do Estado.

Como regularizar dívida ativa?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: G1)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: G1)

Para regularizar a dívida ativa, o contribuinte precisa prestar atenção nos procedimentos que poderão ser feitos antes e depois do protesto da dívida.

Isso porque, eles irão mudar de acordo com a situação em que a dívida se encontra, se ela foi ou não protestada pelo órgão competente.

Ou seja, na maioria das vezes, o devedor é notificado das dívidas pendentes, e intimado pelo cartório de protesto, juntamente com um boleto para quitação da dívida.

Nesta fase, o contribuinte poderá fazer o pagamento dos débitos diretamente no cartório, regularizando as pendências, antes de ocorrer protesto da Certidão de Dívida Ativa da União – CDA.

Contudo, se o contribuinte não fizer o pagamento da dívida, o cartório poderá realizar o chamado Protesto da Certidão de Dívida Ativa da União.

E, o contribuinte precisa ir pessoalmente às devidas seccionais para conhecer as condições de pagamentos dos débitos, munido dos documentos.

Se o débito ainda estiver dentro da fase administrativa, o pagamento dos débitos poderá ser feito à vista ou por meio de parcelas.

E, além disso, poderá haver desconto nas multas e juros.

Ou seja, é extremamente vantajoso para os contribuintes fazer o pagamento dos débitos nesta fase.

Já, nos casos de dívidas já ajuizadas, o contribuinte precisará ir ao órgão competente para verificar as formas de quitação de débitos.

Certidão de Regularidade Fiscal 

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: jornaldafranca)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: jornaldafranca)

Depois de resolvida todas as suas pendências junto aos órgãos competentes, você poderá solicitar a Certidão de Regularidade Fiscal, chamada CRF.

Esse documento é expedido pela PGFN juntamente com a Receita Federal.

E, ele serve para certificar a situação fiscal do contribuinte, seja pessoa física ou jurídica.

Então, essa certidão informa que não há pendências no CPF ou CNPJ do contribuinte, ou, indica que há débitos, mas que não estão sendo cobrados no momento.

Dívida ativa caduca?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: classicseguros)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: classicseguros)

Sim, a dívida ativa prescreve e caduca.

Isso porque, ela prescreve quando não houver cobrança por parte do governo, mesmo após constatação da inadimplência.

Então, se dentro do prazo de cinco anos, o contribuinte não fizer o pagamento dos débitos.

E, se dentro do prazo, não for executado pelo órgão, este contribuinte não poderá ser mais cobrado.

É importante citar que ela irá prescrever apenas quando se tratar de dívida ativa tributária.

Contudo, se o governo constatou o débito e fez a cobrança, porém, você não realizou o pagamento, e o órgão não inscreveu seu nome em dívida ativa, após cinco anos, o prazo caduca, e ele não poderá mais fazer a inscrição.

Portanto, esteja sempre atento aos prazos, para que não haja irregularidades no momento da inscrição em dívida ativa.

Como pagar ou parcelar uma dívida ativa

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: meireles)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem: meireles)

Então, o contribuinte foi notificado dos débitos junto ao órgão competente, e precisa dar início ao pagamento destes débitos, como proceder?

Depois de notificado, o contribuinte pode fazer o pagamento da dívida, assim como:

  1. Solicitar o parcelamento da dívida;
  2. Fazer um pedido de revisão do débito pela e-CAC PGFN;
  3. Ou ainda, fazer uma oferta antecipada de garantia, ou seja, oferecer um bem como garantia daquele pagamento.

Para fazer o parcelamento dos débitos, existe o Programa Especial de Regularização Tributária (PERT), criado pelo Governo Federal.

Neste programa, o contribuinte tem acesso a descontos e condições para parcelar os débitos ativos, podendo chegar até 180 meses, e 90% de juros e 50% das multas em descontos.

Portanto, é uma ótima opção para conseguir realizar o pagamento dos débitos da dívida ativa.

E, além disso, há também como solicitar empréstimos para pagar essa dívida ativa, com a opção de juros baixos.

Para isso, consulte o seu banco e as condições especiais para empréstimos nesse caso.

Quais as consequências quando se tem dívida ativa?

Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem:eshoje)
Como checar minhas dívidas ativas? (Imagem:eshoje)

Não é nenhuma novidade que ter pendências financeiras no nome, traz várias desvantagens, principalmente dívidas ativas.

Pois, são pendências junto a órgãos do governo municipal, estadual e federal.

Assim, várias consequências poderão ocorrer como:

  1. Impedimento de participação em licitações;
  2. Dificuldade na obtenção de crédito;
  3. Dificuldade em conseguir empréstimos e financiamentos;
  4. Retenção de veículos, nos casos de débitos do IPVA, entre outros.

Essas são apenas algumas consequências, sendo importante mencionar, que caso chegue nas vias judiciais, novas consequências poderão ocorrer.

Aproveite e confira nosso conteúdo sobre como fazer consulta CPF na Serasa.

Sobre o autor

Joyce Viana

Graduada em Direito pela PUC Minas. Pós Graduada em Direito Penal e Processo Penal pela Faculdade Legale. É produtora de conteúdo para diversos nichos, desde receitas e finanças, até beleza e saúde. Desde criança, fez da escrita sua melhor amiga, e nunca mais parou!

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Cartão Porto Seguro ou Cartão Bradesco: qual o melhor?

Descubra qual a melhor opção entre cartão Porto Seguro ou cartão Bradesco! Para isso, neste post vamos te mostrar todos os detalhes dos dois.

Continue lendo
content

Como evitar penhora de bens por nome sujo

Se não quer ter problemas com as suas contas, saiba agora mesmo como evitar penhora de bens por nome sujo e voltar com tudo no verde

Continue lendo
content

Review cartão Neon 2021

Neste review do cartão Neon conheça os benefícios exclusivos, como a isenção de anuidade e programa Vai de Visa, além das características do produto.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

O que fazer com a nota de 200 reais

A nova nota de 200 reais foi lançada em 2020 com novo design do lobo-guará. E para usar bem as suas, saiba como economizar e ter renda extra.

Continue lendo
content

Como solicitar o cartão Worten

Você sabe como solicitar o cartão Worten? Então, leia este post e confira tudo sobre o processo de solicitação. Assim, poderá usufruir de todos os descontos e condições de pagamentos exclusivas oferecidas por este produto financeiro. Vamos lá!

Continue lendo
content

Como solicitar cartão Itaú Credicard

O cartão Itaú Credicard além de possuir uma conta digital totalmente gratuita, ainda não tem anuidade e oferece descontos especiais em diversas lojas parceiras. Você pode conferir como solicitar ele aqui, seguindo alguns passos. Acompanhe.

Continue lendo