Educação Financeira

Como melhorar sua relação com o dinheiro em 2021

Melhorar sua relação com o dinheiro pode parecer algo complicado e difícil. Mas não é! Então confira nossas dicas para facilitar a sua vida

Anúncios

por Aline Saes

12/03/2021 | Atualizado em 15/03/2021

Saiba como lidar melhor com o dinheiro

Saiba como lidar melhor com o dinheiro
Saiba como lidar melhor com o dinheiro

Você sabia que melhorar a sua relação com o dinheiro pode facilitar todos os demais aspectos da sua vida? Pois quem não quer viver em paz sem pensar na dor de cabeça de gastos, dívidas, e em estar negativado? Então para isso, somente melhorando a sua organização financeira.

E você, já sabe o que é uma boa organização de suas finanças? Pois tanto um bom planejamento financeiro quanto atitudes positivas em relação ao seu orçamento doméstico fazem toda a diferença para evitar o estresse por motivos de dinheiro.

Então, se você anda com muitas preocupações na sua vida financeira, esse artigo vai lhe ajudar a melhorar sua relação com o dinheiro ainda esse ano. Portanto, continue lendo e confira o que trouxemos de informações para você!

Anúncios

Você precisa melhorar sua relação com o dinheiro?

Você precisa melhorar sua relação com o dinheiro?
Você precisa melhorar sua relação com o dinheiro?

Uma primeira reflexão essencial para entender como melhorar sua relação com o dinheiro é entender como está essa relação. Pois você já parou para pensar se realmente tem boas atitudes e resultados com suas decisões financeiras?

Então, chegou a hora de pensar sobre isso. Primeiro, é preciso fazer uma lista e anotar todos os seus gastos, dívidas, parcelamentos, contas, etc. E então, cheque se você está com muitas dívidas em aberto, se está parcelando demais suas compras e sua fatura do cartão de crédito.

Pois se estiver fazendo tudo isso, as chances de já estar endividado ou até superendividado serão maiores. Por exemplo, se você possui dívidas com o rotativo do cartão de crédito, com o cheque especial ou com parcelas em atraso no pagamento de empréstimos.

Assim, tudo isso é um sinal de alerta vermelho para sua relação com o dinheiro. Pois claramente uma pessoa endividada, negativa em órgãos de proteção ao crédito, ou que não tem ideia de quanto recebe ou o quanto gasta, não está no controle da sua vida financeira.

Mas não se preocupe, sempre é tempo de mudar essas atitudes e melhorar sua relação com o dinheiro ainda em 2021! Portanto, para lhe ajudar trouxemos algumas boas dicas de atitudes que você pode tomar, hábitos a criar, e outros que deve se livrar de uma vez.

E aí, se identificou com o perfil dos que precisam melhorar sua relação com o dinheiro? Então continue lendo, e confira a seguir nossas 8 dicas que trouxemos especialmente para lhe ajudar. Vamos lá?

8 formas de melhorar sua relação com o dinheiro em 2021

8 formas de melhorar sua relação com o dinheiro em 2021
8 formas de melhorar sua relação com o dinheiro em 2021

Como dissemos, existe sim uma forma de fazer a sua relação com o dinheiro ficar melhor ainda esse ano. E para isso será preciso um novo olhar sobre suas finanças, seu planejamento financeiro, seus gastos, tudo! 

Mas não se assuste, não é um bicho de sete cabeças como pode parecer. E aos poucos você verá os resultados positivos em todos os aspectos da sua vida. Pois quem vive em paz se está negativado, preocupado com dinheiro e dívidas? Então vamos mudar isso já! Confira nossas dicas a seguir.

Anúncios

Entenda o seu fluxo de caixa

Entenda o seu fluxo de caixa
Entenda o seu fluxo de caixa

Ou seja, é preciso ter conhecimento real de tudo o que entra e sai de sua conta bancária. Portanto, é preciso que você entenda o fluxo de caixa do seu dinheiro. Primeiro, você deve saber qual é a sua renda mensal exata, e quais são os gastos essenciais que você terá todos mês.

Por exemplo, alguns tipos de gastos essenciais são:

  • Contas de água, energia elétrica, gás, internet, celular, etc;
  • Gastos com saúde, como plano de saúde, exames, consultas, medicamentos, etc;
  • Pagamento de estudos, como escola para os filhos, universidade, e quaisques outros tipos de estudos;
  • Alimentação, como as compras essenciais mensais no mercado.

Assim você saberá quais são as despesas que precisará manter todos os meses. Mas também é essencial que entenda quais são os seus gastos não essenciais. Ou seja, aquilo que você pode comprar por impulso, gastar por lazer, entretenimento, etc. 

Por exemplo, você pode estar gastando em não essenciais como:

  • Entretenimento, teatro, cinemas, etc;
  • Viagens;
  • Restaurantes;
  • Serviços digitais como Ifood, Netflix, etc;
  • Compras não essenciais em geral, como vestimenta, acessórios, etc;

Ou seja, é importante entender o seu perfil de gastos como um todo, seja o essencial e o não essencial. Pois só assim você poderá entender onde está exagerando em seus gastos, e poderá criar estratégias para modificar essa situação.

Além disso, saiba também quais são suas dívidas em geral, as ativas, as já pagas. Assim, anote tudo, prazo para pagar, total, quantas parcelas ainda faltam. Organize suas dívidas por valor e prioridade. Assim ficará mais fácil decidir por onde começar a pagar caso esteja com dificuldades de pagar todas ao mesmo tempo.

Estabeleça metas para economizar dinheiro

Estabeleça metas para economizar dinheiro
Estabeleça metas para economizar dinheiro

Além de entender e organizar bem o seu fluxo de caixa, é preciso criar uma boa estratégia para economizar dinheiro. Pois só criando novos hábitos como esse você poderá melhorar sua relação com o dinheiro.

Então, você já poderá ter uma boa noção de quanto entra e quanto sai, de onde pode cortar gastos, etc. A partir disso, será mais fácil criar suas metas de economias, estabelecendo quanto dinheiro você pretende guardar todos os meses.

E se mantenha firme nessa meta! De preferência procure investir esse dinheiro em fundos de investimento com liquidez de longo prazo e baixo risco. Por exemplo, você pode ir investindo todos os meses em CDB´s com prazo de 1 ano para retirada. Assim, saberá que não pode mexer naquele valor antes de 12 meses de prazo.

Porém, é importante também ter paralelamente uma quantia que guarde de forma que possa retirar se precisar em emergências. Portanto, separe uma parte de suas economias para um investimento de liquidez diária, como os diversos fundos de investimento que os bancos oferecem.

Mas tome cuidado com a função resgate automático que algumas opções irão lhe dar. Pois dessa forma você gasta as suas economias sem nem mesmo se dar conta. Então, resumidamente estabeleça metas de economia, tenha uma quantia que não pode mexer e uma disponível para emergências.

Negocie ou quite suas dívidas

Negocie ou quite suas dívidas
Negocie ou quite suas dívidas

Agora que você já tem uma boa noção de todas as suas dívidas em aberto, e as separou por prazo de vencimento, valor total e número de parcelas, é hora de pensar em negociar ou quitar suas dívidas.

Portanto, comece pensando nas dívidas em aberto de maior valor. Qual delas você conseguiria quitar mais rápido e quais demoram muito ainda? Pense em como quitar as dívidas mais fáceis e renegociar as dívidas maiores e mais difíceis de pagar.

Pois dívidas maiores em aberto atrasadas vão significar cada vez maiores taxas de juros e dinheiro para pagar. Portanto, resolva essas grandes dívidas primeiro. Depois, pense nas dívidas menores que incidem poucas taxas de juros, procure quitar todas as que puder.

Mas nunca deixe de negociar suas dívidas, pois assim pode conseguir maiores prazos para pagar, menores taxas de juros, etc. Essa é uma regra de ouro para melhorar sua relação com o dinheiro em 2021.

Pois quanto menos dívidas, mais dinheiro sobra para você guardar, investir e colocar a seu favor!

Como negociar dívida no cheque especial

Saiba agora mesmo como negociar dívida no cheque especial e sair do vermelho de uma vez por todas.

Crie uma reserva de emergência

Crie uma reserva de emergência
Crie uma reserva de emergência

Como dissemos anteriormente, é essencial que você tenha uma boa reserva de emergência. Portanto, coloque isso como uma meta financeira essencial! Procure achar soluções para conseguir guardar uma quantia todos os meses para essa reserva emergencial.

E por menor que seja essa quantia, ela fará toda a diferença no momento em que você precisar de dinheiro. Então, se discipline para manter suas metas de economia, especialmente para a criação de uma reserva de emergência. 

Portanto, coloque o dinheiro para essa reserva como um gasto essencial mensal, e jamais deixe de separar esse valor de sua renda mensal quando for fazer seu planejamento financeiro. 

Ao criar esses hábitos, vai automaticamente melhorar sua relação com o dinheiro e tirar muitos resultados positivos disso, esteja certo!

Como fazer uma reserva de emergência

Você sabe o que é e qual a importância de criar uma reserva de emergência? Saiba agora e não fique no vermelho.

Evite parcelamentos longos

Evite parcelamentos longos
Evite parcelamentos longos

Um dos maiores erros das pessoas é se perderem em muitos pagamentos parcelados. Pois comprar parcelado pode dar a falsa impressão de que se está gastando menos, pelo valor estar diluído. Mas podem incidir taxas de juros sobre as parcelas, não se esqueça, principalmente para parcelamentos longos.

E também, quanto maior o parcelamento, maiores as chances de você se perder em meio a tanto gastos parcelados. Ou seja, as parcelas vão se acumulando, e o que parecia barato e possível de pagar pode se tornar uma enorme dor de cabeça.

Portanto, evite os parcelamentos longos. Mas se for necessário, anote e mantenha um controle de todos os parcelamentos em aberto que você ainda tem.

Não utilize o cheque especial ou crédito rotativo

Não utilize o cheque especial ou crédito rotativo
Não utilize o cheque especial ou crédito rotativo

Outro grande perigo para se ter uma boa relação com o dinheiro é permitir dívidas com cheque especial ou crédito rotativo do cartão de crédito. 

Pois essas dívidas são as que possuem as maiores taxas de juros do mercado nacional, podendo chegar a até 400% ao ano no caso do rotativo do cartão. Muito dinheiro para pagar juros, certo?

Então, para evitar qualquer problema do tipo que possa acabar em mais dívidas, é preciso evitar a todo custo usar cheque especial ou não conseguir pagar sua fatura do cartão. Assim, fique sempre atento aos seus gastos no cartão de crédito, e ao seu saldo na sua conta bancária. 

Crie esses hábitos, e com o tempo vai ver que não será difícil melhorar sua relação com o dinheiro. Você vai sentir a diferença.

Pare de usar o cartão de crédito para melhorar sua relação com o dinheiro

Pare de usar o cartão de crédito para melhorar sua relação com o dinheiro
Pare de usar o cartão de crédito para melhorar sua relação com o dinheiro

Outra atitude que irá fazer toda a diferença em sua relação com o dinheiro é diminuir o uso do cartão de crédito. Ou parar de usar totalmente! Isso mesmo, se você já estiver negativado e com muitas dívidas, é hora de esquecer do cartão de crédito de uma vez.

Pois a maioria das pessoas acaba gastando mais do que pode pagar, simplesmente pelo fato do dinheiro parecer fácil. Já que a fatura vem somente no próximo mês e até lá você nem se dá conta de quanto já gastou no cartão de crédito, certo?

Dessa forma, há grande risco de inadimplência com sua fatura do cartão. E aí você cai na dívida com a taxa de juros rotativa do cartão de crédito, uma das maiores do Brasil! Portanto, não vale o risco para quem já está precisando melhorar sua relação com o dinheiro, não é?

Então pode começar tentando diminuir seus gastos no cartão para um mínimo. E com o passar do tempo, vai diminuindo até zerar sua fatura mensal. Com certeza vai ser gratificante ver a fatura zerada para pagar, certo?

Aprenda a investir para melhorar sua relação com o dinheiro

Aprenda a investir para melhorar sua relação com o dinheiro
Aprenda a investir para melhorar sua relação com o dinheiro

Além de tudo, é preciso entender que existem boas opções em ativos de investimentos para você colocar o seu dinheiro e fazer ele render. Portanto, não é preciso deixar o seu dinheiro guardado na caderneta de poupança, que já deixou de ser vantajosa faz tempo.

Assim, aprenda sobre educação financeira e seu perfil investidor. Dessa forma você melhora sua relação com o dinheiro e faz ele trabalhar a seu favor! Ao invés de deixar seu dinheiro parado, você junta e coloca ele para render. Muito interessante, não é?

E para quem quer começar no mundo dos investimentos, um dos ativos de renda fixa mais interessantes é o CDB (Certificado de Depósito Bancário). Pois ele oferece garantia de proteção do investimento, e ainda possui riscos baixos por ser de rentabilidade pré-fixada.

Ou seja, você sabe com antecedência qual a rentabilidade daquele ativo, e a média dos últimos 12 meses ou 24 meses. E com certeza, seu dinheiro terá melhores rendimentos do que se o deixar simplesmente parado na Poupança, certo?

Então, pesquise mais sobre investimentos, especialmente sobre o CDB para começar, e crie estratégias para fazer seu dinheiro render. Dessa forma, você melhora sua relação com o dinheiro, se livra de dívidas e aprende a trabalhar com suas economias de forma a fazer o valor se multiplicar.

Viu só quanta coisa interessante? E pode parecer muito complexo, mas não é. Basta que você saiba suas prioridades e tenha controle e organização sobre as suas finanças. Afinal, quem tem uma vida financeira organizada e livre de dívidas, vive com muito mais tranquilidade! Então, mãos à obra.

Parcelar dívidas: vale a pena?

Saiba mais sobre os prós e contras de parcelar suas dívidas em aberto. E entenda a importância de limpar o nome.

Sobre o autor

Aline Saes

Mestre em História Social pela USP. É escritora autônoma para variados assuntos. Sempre apaixonada pela escrita, tem como missão levar informação para as pessoas de forma simples e atrativa.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Empréstimo Inter Consignado ou Empréstimo C6 Consig: qual o melhor?

Sabe qual escolher entre o empréstimo Inter consignado e o empréstimo C6 consig? No artigo de hoje vamos te mostrar como fazer isso, confira!

Continue lendo
content

Como solicitar o empréstimo Finamax

Quer aprender a solicitar o empréstimo Finamax ideal para negativados com prazos e taxas de juros reduzidas? Então continue a leitura!

Continue lendo
content

Conheça o aplicativo para grávida Gravidez+

Com o aplicativo Gravidez+, você acompanha o desenvolvimento do seu bebê e organiza as próximas consultas e exames. Confira mais sobre o app!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Conheça a conta MEI C6 Bank

É MEI ou pretende abrir seu negócio próprio? Então conheça as vantagens e desvantagens da conta MEI C6 Bank e veja se vale a pena abrir uma conta para o seu negócio.

Continue lendo
content

Como funciona o estorno do cartão de crédito?

Você sabe como funciona o estorno do cartão de crédito e quando realizar essa solicitação? Te contamos aqui. Continue a leitura para descobrir.

Continue lendo
content

Como gerar o cartão virtual PicPay?

Você conhece o cartão PicPay? No dia de hoje falaremos um pouco sobre ele e ensinaremos a criar o cartão virtual da rede. Continue a leitura e confira!

Continue lendo