Crédito para Construção

Empréstimo Itaú Construshop: o que é e como funciona

Conheça o Itaú Construshop. A linha de crédito ideal para quem quer construir, reformar ou decorar seu imóvel. Isso porque você consegue até R$ 300 mil para pagar em até 54 meses com uma taxa de juros até 6,01% ao mês. Saiba mais aqui!

Anúncios

por Aline Barbosa

Publicado em 20/08/2021

Construshop: taxa de juros de até 6,01% ao mês

Itaú Construshop. Fonte: Banco Itaú.
Itaú Construshop. Fonte: Banco Itaú.

Primeiramente, o Itaú é o maior banco brasileiro da atualidade e uma das instituições financeiras mais conhecidas e confiáveis no país.

Além disso, ele tem como um de seus principais valores “estimular o poder de transformação das pessoas”.

Diante disso, foi criada uma linha de crédito para quem precisa construir, reformar ou decorar seu imóvel ou até um estabelecimento comercial.

Portanto, ela é uma linha de crédito em formato cartão. Ou seja, após sua proposta ser aprovada, você recebe um cartão de débito que possui o valor de limite do crédito contratado.

Então, quer saber mais sobre o Itaú Construshop? Continue a leitura!

Itaú Construshop
Renda MínimaSob consulta
Taxa de jurosDe 3 a 6,01% ao mês
Prazo para pagarDe 2 a 54 meses
Prazo de liberaçãoApós análise de crédito
Valor do empréstimoAté R$ 300 mil
Aceita negativados?Não
VantagensTaxas de juros baixas
Compra da materiais de construção, decoração e móveis
De 3 a 6 meses para começar a pagar o financiamento
Débito em conta corrente
Mas, afinal, quais as características do crédito?

Como solicitar o Itaú Construshop

Se você quer construir, reformar ou decorar o seu imóvel o Itaú Construshop pode ser a linha de crédito ideal para você! Confira aqui como solicitar.

Anúncios

Vantagens Itaú Construshop

Vantagens Itaú Construshop. Fonte: Pexels.
Vantagens Itaú Construshop. Fonte: Pexels.

Pois bem, com o Itaú Construshop, além de comprar os materiais que você precisa pra construir ou reformar o seu imóvel, você pode também comprar objetos de decoração e até móveis, o que torna o Itaú Construshop uma proposta atrativa e diferenciada.

Além do mais, os juros só são cobrados sobre o valor utilizado, e se você não utilizar todo o limite do cartão, esse valor volta pra sua linha de crédito.

Bem como o prazo de pagamento das parcelas do financiamento vai de 2 a 54 meses, e elas são debitadas diretamente da sua conta corrente.

O Itaú oferece também um demonstrativo mensal no qual você pode acompanhar o saldo do cartão, assim como as parcelas a vencer a as compras que foram feitas.

Ademais, o cartão conta com a bandeira Mastercard Débito e é aceito em mais de 148 mil lojas em todo o país.

Características principais do Itaú Construshop

De início, o Itaú Construshop é uma linha de crédito em formato cartão para viabilizar a construção, reforma ou decoração do seu imóvel.

Para contratar esse serviço, você precisa ter uma conta corrente no Itaú e um limite pré-aprovado. O prazo de pagamento é de até 54 meses e o valor das parcelas depende do montante que foi aprovado na solicitação do empréstimo.

Anúncios

Para quem o empréstimo é indicado

Afinal, quem pode solicitar o crédito? Fonte: Pexels.
Afinal, quem pode solicitar o crédito? Fonte: Pexels.

Dessa forma, o Itaú Construshop é indicado para correntistas do banco Itaú que desejam construir, reformar ou decorar seu imóvel. Assim como o cliente que precisa de um prazo maior de pagamento e quer fugir dos juros altos de um empréstimo pessoal.

Quer conhecer mais sobre o Itaú Construshop? Então, leia o nosso conteúdo recomendado.

Conheça o Itaú Construshop

Quer construir, reformar ou decorar seu imóvel para deixá-lo do jeito que você sempre sonhou? Conheça o Itaú Construshop e torne o seu sonho uma realidade!

Sobre o autor

Aline Barbosa

Escritora e produtora de conteúdo para diversos assuntos, é apaixonada pela escrita e pelo novo. Sempre em busca de conhecimento, tem como objetivo transmitir o que aprendeu de forma leve e descomplicada.

Em Alta

content

Conheça novas regras Pix Noturno

Você já conhece as novas regras do Pix Noturno? No artigo de hoje, vamos te mostrar tudo o que mudou e também o porquê dessas mudanças.

Continue lendo
content

Cartão Havan ou Cartão Renner: qual o melhor?

Cartão Havan ou cartão Renner: opções que oferecem descontos, ofertas relâmpago, parcelamentos sem juros e até bandeira de crédito. Saiba mais!

Continue lendo
content

Como solicitar o cartão Havan

Aceito em todas as lojas Havan no Brasil, o cartão Havan oferece benefícios como zero anuidade e facilidades nas compras. Veja como solicitar!

Continue lendo

Dicas

Portabilidade de salário com dívida: como fazer

A portabilidade de salário é muito útil para quem recebe o dinheiro em conta salário. Mas é possível fazer essa portabilidade mesmo estando com dívida? Descubra neste artigo!

Veja como fazer portabilidade de salário mesmo com dívida

Antes de falar sobre a portabilidade de salário com dívida, é importante dizer que a portabilidade é muito útil para quem recebe o dinheiro em uma conta diferente da de costume. Isso acontece pois as empresas costumam ter vínculos com os bancos. Porém, nem sempre a conta salário é a mesma da conta corrente, certo? Por isso, existe a portabilidade de salário.

E o melhor: ela é obrigatoriamente gratuita. Se você recebe seu salário no banco Y, mas a sua conta corrente é no banco X, o banco Y é obrigado a transferir o dinheiro sem nenhum custo adicional. No entanto, uma dúvida que muita gente tem é se o serviço também funciona para quem está com dívida. 

Essa questão existe em razão da resistência de alguns bancos em realizar as portabilidades. Isso acontece pois o banco quer manter a pessoa utilizando seus serviços e pagamentos. Dessa maneira, acabam dificultando o processo. 

Nesse sentido, um dos maiores motivos das instituições financeiras negarem ou dificultarem o pedido de portabilidade são as dívidas. Até existem alguns bancos que retiram uma parte da parcela de empréstimo diretamente do salário. Porém, essa prática só pode acontecer com autorização do cliente.

Então, para esclarecer todo esse serviço vamos te explicar como fazer portabilidade de salário com dívida. Continue a leitura e confira!

O que é e como funciona a portabilidade de salário com dívida?

Em primeiro lugar, precisamos entender a fonte dessas dívidas que dificultam a portabilidade de salário com dívida. A maioria delas vem do empréstimo consignado. Essa modalidade de crédito é quando a parcela é paga por meio do salário ou benefício do INSS. Assim, o banco debita a parcela automaticamente do salário. 

Por ter garantia do pagamento, o crédito consignado consegue ter taxas de juros menores e contratação mais rápida. 

Então, se o seu crédito consignado é com o banco da conta salário, é comum que ele dificulte a portabilidade de salário com dívida. No entanto, isso não faz muito sentido. Se você obter o crédito na conta salário, o dinheiro chega na conta que você fez a portabilidade já com desconto. 

De novo, esse desconto só pode ser feito com autorização do cliente. Caso contrário, é necessário conversar com o banco e checar as possibilidades de débito da parcela.

Pois bem, vamos entender como funciona, de fato, a portabilidade.

A portabilidade de salário é um direito do consumidor. Qualquer empregado com conta salário tem direito a solicitar a portabilidade. Esse serviço nada mais é do que a transferência (TED) do seu salário de uma conta para outra.  Depois de feita, o salário cai na sua conta de destino final no mesmo dia. 

Fique atento: a portabilidade é 100% gratuita, o banco não pode cobrar taxas por esse serviço.

Quais as vantagens dessa portabilidade?

A maior vantagem de pedir essa portabilidade, é que você não fica preso a uma conta salário apenas por conta da dívida. Pode usar o seu banco de preferência normalmente e ir pagando a dívida da antiga instituição financeira.

Além disso, transferir seu salário para um banco te auxilia a construir um relacionamento com a instituição financeira. A portabilidade de salário com dívida pode dar vários benefícios aos clientes, como isenção da taxa de manutenção da conta corrente e, ainda, diminuir taxas de juros.

Como funciona a portabilidade de crédito?

Você sabe o que significa a portabilidade de crédito e como ela pode te ajudar com as dívidas atrasadas? Saiba agora mesmo como funciona!

Como fazer a portabilidade de salário com dívida: passo a passo

Para fazer a portabilidade de salário com dívida, é preciso realizar o processo usual. Ou seja, assim que você receber o seu pagamento, peça a portabilidade para o banco de destino. Sendo assim, o banco em que você tem conta corrente e usa sempre. Esse processo costuma demorar 5 dias úteis. Logo, se pedir no mês de janeiro, o salário de fevereiro já vai cair na conta certa.

Lembre-se, a portabilidade de salário é um direto do consumidor. Dessa forma, o banco não pode negar a solicitação de transferência. E como mencionamos anteriormente, também não pode cobrar as parcelas automaticamente sem notificar o cliente.

Outro ponto importante, mesmo se você for demitido não tem problema. Normalmente, o valor recebido na recisão acaba sendo utilizado para quitar o que ainda tem de dívida. O benefício é que, nesse caso, você ainda recebe desconto nos juros. Por conta da antecipação de pagamento do crédito consignado.

Quais os documentos necessários? 

Para fazer a sua portabilidade de salário com dívida, serão necessários alguns documentos. Além dos documentos de identificação da empresa (como o CNPJ). Na hora de solicitar a transferência, também esteja com os seguintes documentos em mãos:

  • documento com foto;
  • CPF;
  • comprovante de endereço.

Além disso, o banco pode pedir informações, como data de nascimento e telefone.

Quem pode fazer a portabilidade?

A portabilidade de salário é um direito. Por essa razão, qualquer pessoa que seja empregada e possua uma conta salário pode pedir a sua. Mesmo que esteja com dívidas. Inclusive, as dívidas que mencionamos hoje são as de crédito consignado.

Apenas beneficiários do INSS, servidores públicos e funcionários de empresas privadas conveniadas podem realizar essa modalidade de empréstimo. No entanto, aposentados e pensionistas do INSS não tem a opção de fazer conta salário. Por isso, devem receber o benefício diretamente em sua conta corrente.

Por fim, a portabilidade de salário com dívida é possível e vale muito a pena. Pois você melhora seu relacionamento com o banco de sua preferência e a sua empregadora segue depositando o salário na mesma conta. Agora que você já sabe tudo sobre a portabilidade de salário com dívida, confira este outro artigo. Nele falamos sobre o que fazer com o seu primeiro salário.

O que fazer com seu primeiro salário?

Está com dúvida em como usar seu primeiro salário da melhor forma? Confira aqui nossas dicas de como administrar seu dinheiro!

Você também pode gostar

content

Como solicitar o empréstimo pessoal EasyCrédito

O Empréstimo pessoal EasyCrédito oferece dinheiro rápido com taxa de juros econômica. Saiba aqui como solicitar online e sem burocracia.

Continue lendo
content

Cartão Afinz ou Cartão Atacadão: qual o melhor?

Escolha entre o cartão Afinz ou cartão Atacadão. Ambos oferecem parcelamentos diferenciados e descontos. Então, leia o post e saiba tudo sobre eles.

Continue lendo
content

Cartão Afinz ou Cartão Dotz: qual o melhor?

Em busca do cartão ideal? Então, conheça nosso comparativo entre o cartão Afinz e o cartão Dotz. E escolha a melhor opção para seu perfil.

Continue lendo