Cursos

Como se inscrever nos cursos mais concorridos do Brasil?

Vestibular, Enem, Sisu, Fies e Prouni. De início eles parecem uma sopa de letrinhas, mas na prática representam as principais formas de você entrar em um curso de graduação. Confira neste post como eles funcionam!

Anúncios

por Leticia Jordão

21/11/2022 | Atualizado em 24/11/2022

Conheça as 5 formas de entrar nos cursos de graduação

Saiba como você acessa o seu curso dos sonhos! Fonte: Pexels.
Saiba como você acessa o seu curso dos sonhos! Fonte: Pexels.

Os cursos mais concorridos do Brasil geralmente são aqueles que fornecem a formação necessária para conseguir ter as profissões mais procuradas por brasileiros, como se tornar um médico ou então advogado.

Devido a isso, eles costumam ser os mais procurados pela população, que se esforça bastante para conseguir entrar nesses cursos.

Conheça os cursos gratuitos Veduca

Veja aqui como essa plataforma online oferece cursos de universidades e aproveite para se matricular nas melhores opções.

Mas, a pergunta que não quer calar é: como que faz para entrar nos cursos mais concorridos do Brasil? Quais são os processos existentes para isso? E como se preparar?

Para responder todas essas dúvidas, preparamos no post a seguir as principais formas e requisitos para você conseguir entrar nos cursos mais concorridos do Brasil.

Anúncios

Quais são os pré-requisitos para fazer uma graduação?

Em resumo, para você ingressar em uma graduação e, assim, fazer um dos cursos mais concorridos do Brasil, é preciso cumprir alguns requisitos básicos.

Em primeiro lugar, você precisa já ter concluído o Ensino Médio. Para entrar nas universidades e faculdades é possível comprovar sua formação ao realizar o ensino na idade normal ou pelo EJA (Educação de Jovens Adultos).

Sendo assim, ao ter o Ensino Médio completo, você já pode realizar o vestibular das universidades ou o Enem. Em ambos os modelos, será aplicado uma prova que serve para comprovar os conhecimentos que você teve durante os estudos.

Por conta disso, essas provas costumam ter questões relacionadas às matérias ministradas no Ensino Médio.

Como se inscrever nos cursos mais concorridos do Brasil?

Conheça os 5 processos seletivos para entrar nos cursos! Fonte: Pexels.
Conheça os 5 processos seletivos para entrar nos cursos! Fonte: Pexels.

Se você já possui os requisitos necessários para estar realizando um dos cursos mais concorridos do Brasil, está na hora de aprender a como se inscrever neles.

Para isso, saiba que existem 5 formas de você entrar nos cursos de graduação. Em todos eles, será necessário estudar bastante para passar nas provas. Abaixo, você conhece mais sobre eles.

Anúncios

Vestibular

Em primeiro lugar, temos o vestibular que é uma das principais formas de ingressar nos cursos mais concorridos do Brasil.

Em resumo, todas as universidades brasileiras possuem seu próprio vestibular, onde elas criam uma prova com cerca de 90 questões relacionadas às matérias que você teve no Ensino Médio para que assim consiga entrar nelas.

Para passar, você precisa tirar uma das melhores notas para ser escolhido nas vagas disponíveis. 

Por exemplo, vamos supor que você escolheu um curso que tem 40 vagas. Para entrar nele, sua nota precisa estar entre as 40 melhores daquele vestibular.

Geralmente, os vestibulares podem acontecer a partir de uma vez ao ano. As universidades particulares costumam oferecer vestibulares o ano todo para você ingressar.

A inscrição pode ser feita online ou presencialmente na instituição de ensino, e você pode ter que pagar uma taxa de inscrição que varia de R$ 50,00 a até R$ 200,00. Tudo dependerá da instituição.

Enem

Já o  Enem, sigla para Exame Nacional do Ensino Médio, é uma prova criada pelo Governo Federal. Ela foi criada em 1998 com o objetivo de avaliar o desempenho dos estudantes de nível médio.

A partir dele, você consegue entrar nos programas do governo para ter acesso a universidades públicas e particulares com bolsa. 

Além disso, algumas universidades utilizam o Enem para selecionar seus futuros alunos e, assim, não precisar investir em um vestibular próprio.

Na maioria das vezes, quem deseja entrar nos cursos mais concorridos do Brasil costuma fazer tanto o Enem quanto o vestibular das universidades para assim aumentar as suas chances de entrar.

Sisu

Já o Sisu, sigla para Sistema de Seleção Unificado, é um programa do Governo Federal criado em 2010 que permite que os estudantes consigam acessar vagas nos cursos mais concorridos do Brasil em universidades públicas do país.

Para isso, é preciso que o estudante realize a prova do Enem e, com a nota adquirida, se inscreva nos cursos oferecidos pelo Sisu.

A saber, esse programa do governo abre vagas duas vezes no ano: no início do primeiro semestre, e no início do segundo semestre.

Dessa maneira, os estudantes têm essas duas chances para usar sua nota adquirida no Enem e, assim, entrar na faculdades desejada.                                                                                 

Prouni

Já o Prouni, sigla para Programa Universidade para Todos, é outro programa do Governo Federal que dá acesso às faculdades. 

Mas, diferente do Sisu, pelo Prouni você consegue entrar em uma universidade particular com bolsas de estudos de 50% a 100%.

Para participar do programa, é preciso que você tenha feito o Enem no ano anterior para usar sua nota e que sua renda familiar esteja dentro do estipulado para conseguir uma bolsa. E, assim como o Sisu, você também tem a chance de se inscrever no Prouni duas vezes ao ano.

Fies

Por fim, também tem o programa do Fies, sigla para Fundo de Financiamento Estudantil. Ele é um programa do MEC que ajuda a pagar o seu curso de graduação.

Para isso, ele oferece ao estudante a opção de pagar as parcelas do curso de forma integral ou parcial para que ele consiga completar a graduação. Assim, ao final do curso, o estudante poderá devolver o valor que foi inicialmente pago.

Mas, além do Fies, também existem outros programas que ajudam a financiar seus cursos. No post a seguir você conhece um deles!

Conheça o crédito universitário Bradesco

Veja como essa modalidade de empréstimo te ajuda a pagar seu semestre!

Sobre o autor

Leticia Jordão

Olá! Sou formada em Marketing e acabei descobrindo minha paixão na área de produção de conteúdo! Hoje eu possuo experiência escrevendo sobre marketing digital e finanças pessoais onde sempre foco em entregar a informação que o público mais precisa.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Cartão PagBank ou Cartão Nubank: qual o melhor?

Se estiver em busca de cobertura internacional, isenção de anuidade e comprovação de renda, conheça o cartão PagBank ou cartão Nubank.

Continue lendo
content

Quite Já é confiável?

Você já conhece a Quite Já? No artigo de hoje vamos te mostrar se a Quite Já é confiável e como você pode renegociar as suas dívidas.

Continue lendo
content

Conheça o empréstimo pessoal PicPay

Conheça o empréstimo pessoal Picpay e veja se este empréstimo é o que você precisa no momento! Ah, ele tem condições únicas! Confira!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Empréstimo pré-aprovado Banestes: o que é o Banestes?

Está precisando de um crédito rápido para quitar as dívidas com cheque especial ou crédito rotativo? Então conheça as vantagens do empréstimo pré-aprovado Banestes.

Continue lendo
content

Crédito Pessoal Bankinter ou Crédito Pessoal BPI: qual o melhor?

Enquanto que o Crédito Pessoal Bankinter empresta montantes de até 30.000€ com TAEG de 11,3%, o BPI dá crédito de 75.000€ com TAEG de 12,4%. Por isso, antes de escolher o ideal para si, você precisa conhecer tudo sobre estes créditos e é isso que te mostraremos em seguida, confira!

Continue lendo
content

O que esperar dos padrões de consumo em 2021

A forma de consumir não será mais a mesma. Já não é mais a mesma. E se você quer saber o que esperar deste ano de 2021, leia o texto abaixo na íntegra!

Continue lendo