Curiosidades

Conheça as 15 tradições mais estranhas do mundo e que você nunca ouviu falar!

Você conhece as tradições mais estranhas do mundo? Se ainda não, então leia no nosso texto e se surpreenda com os rituais mais esquisitos que existem.

Anúncios

por Priscila de Cassia

Publicado em 19/07/2020

Não há quem não se fascine pela cultura de outros países, principalmente quando ela diverge bastante da nossa brasileira, não é mesmo? Aliás, a curiosidade bate mais ainda à porta quando se trata das tradições mais estranhas do mundo.

Por falar nisso, tradições esquisitas são o que não faltam. Desde correr atrás de um queijo morro abaixo até colocar cream cheese na comida japonesa (identificou-se com essa, né?!), cada país tem uma maluquice para chamar de sua.

A curiosidade bate mais ainda à porta quando se trata das tradições mais estranhas do mundo.

Ficou curioso para saber mais sobre o assunto? Então está no lugar certo! Listamos as 15 tradições mais estranhas do mundo e que você nunca ouviu falar. E aí, bora matar esta sua curiosidade? Se sim, vamos nessa!

Anúncios

15. Um queijo nunca foi tão desejado nesta vida

Que tal correr atrás de um queijo morro abaixo, hein? Melhor dizendo, que tal correr atrás desta iguaria com um monte de gente ao seu redor, tropicar nas pessoas e com risco de se machucar feio, tudo em troca de ser o primeiro a pegar o queijo? Parece uma ideia estúpida, não é mesmo? Mas isto existe!

Que tal correr atrás de um queijo morro abaixo, com um monte de gente ao seu redor e com risco de tropicar nas pessoas e se machucar feio, tudo para ser o primeiro a pegar a iguaria?

Originalmente chamada de The Cooper’s Hill Cheese Rolling and Wake, a “Corrida do Queijo” é um evento anual realizado no mês de maio em Cooper’s Hill, na Inglaterra.

Trata-se basicamente de uma corrida na qual as pessoas precisam perseguir um queijo colina a baixo e o primeiro que chegar é o ganhador.

E qual seria o prêmio desta corrida maluca? Só poderia ser um só: o queijo de Gloucester, que é o queijo lançado para a “caça ao tesouro”. Só muito vício nesta iguaria para explicar o porquê das pessoas se sujeitarem a isto, não concorda?

14. Pior que correr atrás do queijo, só do touro mesmo…

Se correr atrás do queijo já é uma das tradições mais estranhas do mundo, imagine, então, correr atrás de diversos touros enfurecidos? É uma maluquice só de imaginar esta situação, mas que infelizmente acontece em San Fermín, na Espanha.

Se correr atrás do queijo já é uma das tradições mais estranhas do mundo, imagine, então, correr atrás de diversos touros enfurecidos?

O “infelizmente” é pelo fato de que esta corrida não é nada amigável, tanto para o animal, como para os participantes. No caso do touro, ele é provocado até se enfurecer para correr atrás das pessoas, que, muitas vezes, ficam gravemente feridas.

Por exemplo, em 2019, 67 pessoas foram atendidas depois da corrida, sendo que sete delas precisaram ser hospitalizadas. Já na cidade de Cuéllar, onde o evento também ocorre, um homem chegou a falecer depois de ter recebido várias chifradas no tórax e no pescoço.

Ou seja, está mais do que na hora de repensar esta estranha tradição espanhola!

Anúncios

13. A tradição do peixe podre

Já pensou em experimentar peixe podre? Sim, peixe podre! É bem provável que não, pois, né, quem iria cometer uma insanidade dessas? Pois bem, nós te dizemos: o povo sueco!

Com certeza, uma das experiências mais nauseantes que se pode ter na Suécia é comer (ou tentar comer) o chamado Surströmming.

Com certeza, uma das experiências mais nauseantes que se pode ter na Suécia é comer (ou tentar comer) o chamado Surströmming. Trata-se de uma iguaria local feita de arenque do Báltico fermentado em salmoura com pouco sal. Ou seja, nada mais do que um peixe podre já fermentado.

De longe, você já sente o fedor da comida. No entanto, se sentir o seu cheio é uma tarefa bastante desafiante, imagine degustá-la? Sem chances, pelo menos para nós brasileiros! Sendo assim, não teria como o Surströmming não estar na lista das tradições mais estranhas do mundo.

12. Se comer peixe podre já era nojento, imagine, então, um tubarão podre…

Se você estava achando o Surströmming a comida mais nojenta que já viu na sua vida, é porque ainda não foi apresentado para o Hákarl. Tradição islandesa, esta iguaria gastronômica não é feita com qualquer peixe podre não, mas sim com tubarão!

Se você estava achando o Surströmming a comida mais nojenta que já viu na sua vida, é porque ainda não foi apresentado para o Hákarl.

A história do Hákarl é bastante interessante. Diante do solo infértil da Islândia, os seus habitantes desenvolveram este prato feito de restos de tubarões mortos que chegavam ao litoral. Como ele é venenoso, era preciso que fosse feita a decomposição de sua carne para que ela se tornasse comestível.

Haja estômago, pois o seu sabor, assim como seu cheiro, é intragável. No entanto, diante da fome que assolava os agricultores islandeses no passado, comer o Hákarl tornou-se uma espécie de questão de sobrevivência.

11. A maior luta de tomate do mundo

A Espanha, com certeza, é um país com as tradições mais estranhas do mundo. Além correr atrás de diversos touros enfurecidos, o seu povo conta com um festival de lançamento de tomates, a famosa La Tomantina.

A Espanha, com certeza, é um país com as tradições mais estranhas do mundo.

Esta guerra dos tomates acontece anualmente na última quarta-feira de Agosto pelas ruas de Buñol, na província de Valência. É, sem dúvidas, uma das festas que mais atraem turistas à Espanha, os quais chegam à cidade ávidos por esta confusão lambuzada e vermelha.

Antes de você pensar em julgar o evento, os tomates usados na Tomatina são cultivados propriamente para isto. Isto quer dizer que é uma espécie do fruto que não é comestível. Sendo assim, não há desperdício de alimento e você, caso tenha se interessado pela festa, pode se divertir sem culpa!

10. Martelada na cabeça legalizada

Quem não gosta de uma Festa de São João, não é mesmo? No Brasil, o evento, que celebra o nascimento de São João Batista, acabou se tornando mensal no formato da nossa querida festa junina. No entanto, em Portugal, principalmente em Porto, a tradição é outra!

Em Portugal, principalmente em Porto, a tradição é outra no que diz respeito à Festa de São João.

Do dia 23 para o dia 24 de junho, Porto recebe diversos turistas do mundo inteiro que estão em busca da tradicional festa de São João. São diversos palcos montados ao longo da cidade e muita gente dançando alegremente, mas, principalmente, batendo um martelo de plástico na cabeça dos demais.

A história de bater na cabeça alheia com um martelo de plástico começou com o alho-poró, que tradicionalmente era um símbolo fálico da fertilidade masculina. A partir dos anos 70, o vegetal passou a ser substituído pelo objeto, que permanece até os dias de hoje, sendo uma das tradições mais estranhas do mundo.

09. A cada parente perdido, um dedo a menos

Já pensou em tirar um dedo seu a cada parente que falecer? Ideia para lá de surreal, né? Afinal, já precisa lidar com a dor de um ente querido morto, é preciso ainda lidar com a dor de um dedo foi juntamente à óbito.

Das tradições mais estranhas do mundo, não poderia faltar a da tribo Dani, onde cortam um pedaço da ponta de um de seus dedos quando um membro da família morre.

Por mais bizarro que isto pareça ser, é uma realidade na tribo Dani, localizado na Indonésia. Lá, quando um membro da família morre, as mulheres da tribo expressam fisicamente o seu pesar cortando um pedaço da ponta de um de seus dedos.

Além de expressar o seu pesar, esta prática cultural também é realizada como um meio para satisfazer os fantasmas ancestrais. Felizmente, esta tradição, que, com certeza, é uma das mais esquisitas do mundo, já não é tão frequente como no passado, embora alguns integrantes da tribo continuam fazendo este ritual.

08. A pior sopa do mundo

Falando em morte de familiares, que tal tomar uma sopa com seus restos mortais? Outra ideia insana, não é mesmo? Pior que isto é uma realidade muito mais próxima de nós do que pensamos: acontece na tribo Yanomami, localizada na Floresta Amazônica, bem entre o Brasil e Venezuela.

Falando em morte de familiares, que tal tomar uma sopa com seus restos mortais? Apesar de insana, esta é uma realidade da tribo Yanomami, localizada na floresta amazônica.

Segundo a tradição, este ritual, que é, sem dúvida alguma, uma das tradições mais estranhas do mundo, ajuda a garantir que as almas encontrem seu caminho para o paraíso. E como ele acontece?! Calma que a gente te conta!

Quando uma pessoa morre, o cadáver é envolvido em folhas para que os insetos ataquem o corpo em decomposição. Após 30 a 45 dias, os ossos são recolhidos, triturados, pulverizados e misturados numa sopa de banana para ser consumida por todos.

07. A maior boca do mundo

Em documentários sobre a cultura ao redor do mundo, você já deve ter se deparado com o costume de se colocar um adorno na boca. Inclusive, a jovem Ataye Eligidagne, cuja foto segue abaixo, chamou a atenção de cineastas australianos ao aparecer com um adorno que era quase do tamanho de sua cabeça.

A jovem Ataye Eligidagne chamou a atenção de cineastas australianos na Etiópia ao aparecer com um adorno que era quase do tamanho de sua cabeça.

Ataye faz parte da tribo Mursi, a qual está localizada na Etiópia. Nesta comunidade, os alargadores são símbolo de beleza e prestígio, embora esteja ficando cada vez mais raro os jovens usá-los.

Um detalhe curioso é que está tradição inicialmente se deu por outro motivo que não o cultivo da beleza: a escravidão. A fim de salvar as mulheres da tribo do tráfico de escravos, os Mursi impuseram a perfuração nos lábios. Com esta deformidade, elas perderiam o seu valor de mercado e, assim, não seriam escravizadas. Interessante (e cruel). não?

06. Andando sobre fogos

Por mais que alguém em sã consciência não se sujeite a isto, andar sobre o fogo é uma prática muito mais comum do que nós imaginamos. Este ritual acontece normalmente em países como a Índia, Malásia, China e Japão e tem quase sempre um cunho religioso.

Esta tradição é frequentemente usada em rituais de cura, iniciação e fé. No caso da cultura indiana, por exemplo, caminhar descalço sobre um leito de brasas acesas faz com que o devoto seja protegido pelo Deus Hindu Lord Shiva. Ou seja, só mesmo tamanha fé para aguentar tanta dor!

Por mais que alguém em sã consciência não se sujeite a isto, andar sobre o fogo é uma prática muito mais comum do que nós imaginamos.

E então, está gostando do nosso texto sobre as tradições mais estranhas do mundo? Esperamos que sim! Afinal, chegamos ao nosso top 5 de rituais esquisitos para você conhecer. Bora lá?

05. O doloroso ritual de iniciação masculina do povo Saterê-Mawé

Outra tradição indígena bem estranha – e dolorosa, diga-se de passagem – é a do ritual da formiga tucandeira do povo Saterê-Mawé, também da Floresta Amazônica. Para quem não sabe, a dor da ferroada deste inseto é comparável a um ferimento por arma de fogo, chegando a durar 18 horas, e frequentemente acompanhada de náuseas e vômitos.

Outra tradição indígena bem estranha – e dolorosa, diga-se de passagem – é a do ritual da formiga tucandeira do povo Saterê-Mawé, também da Floresta Amazônica.

Enfim, mas vamos ao que interessa: sobre o que se trata este ritual. Conhecido como Waumat, ele diz respeito ao um rito de passagem, isto é, de iniciação masculina e é realizado com homens jovens, os quais colocam as suas mãos em luvas para serem picados por dezenas de tucandeiras.

O objetivo deste ritual é marcar definitivamente a transição da infância para a idade adulta, pois somente depois da primeira experiência com as formigas é que os jovens índios podem se casar e começar uma família. Além disso, outro objetivo é selecionar os homens aptos para serem líderes. No caso, estariam prontos somente aqueles que suportam a dor estoicamente, sem expressar a sua agonia.

04. O réveillon viking de três dias

Quando pensamos em réveillon, logo imaginamos a cena com pessoas arrumadas, preferencialmente de branco, com taça de champanhe na mão e comemorando animadamente com familiares e amigos, não é mesmo? Esta tradição é bastante comum ao redor do mundo, mas não na Escócia.

A cena com pessoas arrumadas, com taça de champanhe na mão e comemorando animadamente com familiares e amigos o réveillon não é comum na Escócia.

Na virada do ano, os escoceses direcionam-se à capital Edimburgo e comemoram o Hogmanay, o réveillon viking de três dias. Lá, eles encontram diversos concertos, vários fogos de artifício e, principalmente, a procissão de tochas em 30 de Dezembro.

Nessa noite, os milhares de participantes caminham pelo centro da cidade de Edimburgo com tochas nas mãos e a multidão é liderada pelos Up Helly Aa Vikings. Chega a emocionar! Não à toa, o ano novo escocês é considerado um dos melhores do mundo.

03. Papel higiênico usado jogado no vaso sanitário? Não no Brasil

E, é claro, agora na nossa reta final, não poderíamos deixar de falar três tradições mais estranhas do mundo que são tipicamente nossas! Afinal, o Brasil não estaria ileso desta nossa lista!

E, é claro, agora na nossa reta final, não poderíamos deixar de falar três tradições mais estranhas do mundo que são tipicamente nossas!

A primeira delas, na verdade, não se trata de uma tradição, mas sim um costume bizarro que temos aqui no Brasil: a de jogar papel higiênico usado no lixo e não no vaso sanitário. Sim, parece até inocente para nós, mas é algo extremamente estranho para qualquer estrangeiro que venha para cá.

Ao redor do mundo, é costume e jogar o papel no vaso sanitário, o que é infinitamente mais higiênico, já que deixa a sujeira “guardada” no cesto de lixo. No entanto, temos que concordar com algo: não são todas os lugares onde isto é possível. Afinal, problemas de encanamento são o que não faltam no nosso país!

02. Cream cheese na comida japonesa

Este costume nosso é estranhíssimo ao redor do mundo e pode levar um japonês que é apegado às suas raízes a ter um troço no coração: colocar cream cheese na comida japonesa. Convenhamos, quem será que teve esta ideia de misturar as duas coisas né?

Este costume nosso é estranhíssimo ao redor do mundo e pode levar um japonês que é apegado às suas raízes a ter um troço no coração: colocar cream cheese na comida japonesa.

Sobre este costume, fato é que há várias contradições, pois há aqueles que amam esta combinação, enquanto há quem odeia que não ver nem de longe. Gostos à parte, colocar cream cheese na comida japonesa tem um razão que vai muito além da “gordelícia”.

O principal motivo desta combinação é vender o gato por lebre. Isto é, em vez dos restaurantes japoneses venderem o próprio salmão, eles vendem a truta salmonada. Com o cream cheese, a troca passa mais despercebida perante os clientes. Ou você acha mesmo que eles o adicionariam num salmão cujo valor é caríssimo? Jamais!

01. Comemorar o dia dos namorados em 12 de junho

A última das tradições mais esquisitas do mundo que é tipicamente brasileira é a nossa comemoração do dia dos namorados. Isto porque o mundo inteiro comemora a data mais romântica do ano no dia de São Valentim, que é 14 de fevereiro.

Todavia, no Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho. Por quê? A razão é pura e simplesmente comercial. Criado pelo pai do governador João Doria, o dia dos namorados veio com objetivo de melhorar o resultado das vendas em junho, que sempre eram muito fracas. Sacada genial, não é?

A última das tradições mais esquisitas do mundo que é tipicamente brasileira é a nossa comemoração do dia dos namorados.

Gostou das nossas tradições mais estranhas do mundo? Se sim, então continue de olho nas nossas demais publicações porque, com certeza, haverá outros textos que super lhe interessarão! Até mais!

Sobre o autor

Priscila de Cassia

Formada em administração de empresas e auditora fiscal, é redatora freelancer desde 2016 para cultivar o seu hobby pela escrita e para fazer renda extra. Atualmente, escreve sobre vida financeira, cartões de crédito, milhas aéreas e viagens, além de curiosidades em geral.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

10 opções de cartões Platinum 2022

Saiba quais são as 10 melhores opções de cartões Platinum do mercado e aprenda a solicitar o seu cartão internacional cheio de vantagens.

Continue lendo
content

O que saber antes de financiar um veículo?

O que saber antes de financiar um veículo? Hoje vamos te dar algumas dicas para você financiar com responsabilidade. Confira!

Continue lendo
content

Cartão Netshoes ou cartão Magalu: qual escolher?

Cartão Netshoes ou cartão Magalu: saiba tudo sobre esses dois cartões que podem oferecer ótimas vantagens para você. Confira!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

O valor creditado do empréstimo Caixa Tem é menor que o contratado? Confira o porquê.

Ao contratar o empréstimo Caixa Tem, alguns usuários relataram que o valor creditado em conta é menor do que o liberado pela instituição. Mas, por que isso acontece? Saiba mais a seguir quais os motivos por trás do desconto.

Continue lendo
content

10 mulheres mais ricas do mundo 2021

Você sabe quais são as mulheres mais ricas do mundo? Separamos aqui a lista com os 10 nomes das maiores bilionárias de 2021. Confira!

Continue lendo
content

Conheça todos os cartões Santander

Conheça todos os cartões Santander em que você pode escolher de acordo com sua renda, bandeira preferida (Visa ou Master) e anuidade que está disposto a pagar. Saiba mais em seguida.

Continue lendo